Orgão Oficial

CBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Capa

Ano 2016 - Volume 43 Número 3
Maio / Junho

Editorial

1 - Cirurgia oncológica: um grande desafio

Oncologic surgery: a great challenge

Luiz Antonio Santini Rodrigues da Silva, ECBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):139-140

PDF PT PDF EN


Artigo Original

2 - Adaptação cultural e teste da escala de complicações cirúrgicas de Clavien-Dindo traduzida para o Português do Brasil

Cultural adaptation and the Clavien-Dindo surgical complications classification translated to Brazilian Portuguese

Luis Fernando Moreira, TCBC-RS; Marcelo Castro Marçal Pessôa, TCBC-RJ; Diego Sachet Mattana; Fernando Fernandes Schmitz; Bernardo Silveira Volkweis, ACBC-RS; Jorge Luiz Antoniazzi, ACBC-RS; Liacyr Ribeiro, ECBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):141-148

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: gerar uma versão traduzida e validada da Classificação de Complicações Cirúrgicas de Clavien-Dindo (CCD) para o Português-Brasileiro (CCD-BR).
MÉTODOS: o processo de tradução e adaptação seguiu a diretriz de Beaton et al., de 2000. Formaram-se dois grupos, Grupo I, que utilizou a versão original (CCD, n=36) testado em relação ao Grupo II, com a versão modificada (CCD-BR, n=40), com um total de 76 cirurgiões participantes em níveis de experiência distintos do Departamento de Cirurgia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Quinze casos clínicos de complicações cirúrgicas foram classificados em cada grupo. Comparou-se o desempenho entre grupos (teste de Mann-Whitney) relacionando ao nível de experiência dos cirurgiões (teste de Kruskal-Wallis). Valor de p<0,05 como significativo.
RESULTADOS: o desempenho do Grupo II (CCD-BR) foi superior, com 85% de acertos, contra 79% do Grupo I (CCD), p-valor=0,012 do teste de Mann-Whitney. O desempenho dos grupos em relação à experiência dos cirurgiões foi p-valor=0,171 para o Grupo I, p-valor=0,528 para o Grupo II, e p-valor=0,135 para o desempenho geral, teste de Kruskal-Wallis.
CONCLUSÃO: foi produzida uma versão traduzida e validada da CCD para o Português-Brasileiro. O instrumento produzido será ferramenta útil na produção de evidências sobre os resultados cirúrgicos.


Palavras-chave: Cirurgia/Complicações. Melhoria de Qualidade. Validação de Dados. Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde). Morbidade.

3 - Remissão do Diabetes Mellitus Tipo 2 dezoito meses após gastroplastia com derivação em Y-de-Roux

Type 2 Diabetes Mellitus remission eighteen months after Roux-en-Y gastric bypass

Marcelo Gomes Girundi, TCBC-MG

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):149-153

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a eficácia da gastroplastia com derivação em Y-de-Roux, em pacientes obesos e portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2), na melhoria do perfil glicêmico após 18 meses de seguimento.
MÉTODOS: foram submetidos à derivação gástrica em Y-de-Roux 468 pacientes com IMC >35 e portadores de DM2, no período de 1998 a 2010. Todos os pacientes tiveram a análise do controle glicêmico realizadas no terceiro, sexto, nono, 12º e 18º meses de pós-operatório. Os critérios diagnósticos de diabetes foram baseados no Posicionamento Oficial da Sociedade Brasileira de Diabetes, publicado em julho de 2011.
RESULTADOS: observou-se a remissão do DM2 em 410 pacientes (87,6%) após 18 meses da cirurgia, sendo essa diferença significativa com p-valor <0,001. A doença se manteve inalterada em 48 pacientes (10,3%), e dez pacientes (2,1%) permaneceram com o risco aumentado para DM2.
CONCLUSÃO: a gastroplastia com derivação em Y-de-Roux foi efetiva na promoção e manutenção do controle glicêmico em longo prazo.


Palavras-chave: Cirurgia Bariátrica. Diabetes Mellitus Tipo 2. Derivação Gástrica. Obesidade. Gastroplastia.

4 - Alterações do padrão do fluxo sanguíneo após tratamento endovascular do aneurisma sacular da aorta abdominal com triplo stent: modelo em suínos

Alterations of blood flow pattern after triple stent endovascular treatment of saccular abdominal aortic aneurysm: a porcine model

Jahir Richard de Oliveira; Maurício de Amorim Aquino; Svetlana Barros; Guilherme Benjamin Brandão Pitta; Adamastor Humberto Pereira

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):154-159

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: determinar as alterações do padrão do fluxo sanguíneo após tratamento endovascular do aneurisma sacular de aorta abdominal com triplo stent.
MÉTODOS: estudo hemodinâmico de sete suínos das raças Landrace e Large White portadores de aneurismas saculares de aorta abdominal infrarrenal artificialmente produzidos segundo técnica descrita. Os animais foram submetidos a implante de triplo stent para correção endovascular do aneurisma e reavaliados por duplex scan quanto ao padrão do fluxo sanguíneo antes e após o implante dos stents. A análise estatística foi realizada com o teste Mann-Whitney não pareado.
RESULTADOS: verificou-se uma queda significativa da velocidade sistólica média de 127,4cm/s na fase pré-stent para 69,81cm/s na fase pós-stent. Houve ainda mudança no padrão do fluxo de turbilhonar no saco aneurismático para laminar intrastent.
CONCLUSÃO: o estudo demonstrou alterações do padrão do fluxo sanguíneo do aneurisma sacular de aorta abdominal após tratamento endovascular com triplo stent.


Palavras-chave: Fluxo Sanguíneo Regional. Aneurisma Sacular. Aneurisma da Aorta Abdominal. Stents. Suínos.

5 - Mastopexia de aumento após cirurgia bariátrica: avaliação da satisfação das pacientes e resultados cirúrgicos

Augmentation mastopexy after bariatric surgery: evaluation of patient satisfaction and surgical results

Wilson Cintra Junior, TCBC-SP; Miguel Luiz Antonio Modolin, ECBC-SP; Rodrigo Itocazo Rocha; Rolf Gemperli, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):160-164

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a satisfação das pacientes e os resultados cirúrgicos obtidos após a mastopexia com inclusão de implantes mamários.
MÉTODOS: estudo prospectivo com 20 pacientes consecutivas do sexo feminino, com média etária de 39,9 anos, que foram submetidas à mastopexia de aumento. Foram aplicadas entrevistas psicológicas semidirigidas nos períodos pré e pós-operatórios e cujas respostas foram tabuladas, divididas em categorias, e possibilitaram a avaliação da satisfação das pacientes. Foi realizada avaliação dos resultados cirúrgicos através da análise fotográfica por três cirurgiões plásticos independentes, nos períodos pré e pós-operatórios, que atribuíram notas aos seguintes itens: forma da mama, volume da mama, simetria entre as mamas, posicionamento do complexo aréolo-papilar e qualidade e extensão das cicatrizes.
RESULTADOS: dezenove pacientes (95%) referiram satisfação com o resultado cirúrgico obtido (p<0,001). A média das somatórias das notas atribuídas pelos três cirurgiões, referentes a cada paciente, variou entre 4,7 e 10, sendo a média geral de 7,28. Os resultados foram considerados bons ou ótimos para 65% da amostra e pobres para 8,4%.
CONCLUSÃO: houve satisfação de 95% das pacientes com os resultados obtidos pela mastopexia de aumento. A análise fotográfica dos resultados obteve nota média de 7,28, caracterizado como bom resultado, apesar da fraca concordância entre os avaliadores.


Palavras-chave: Mamoplastia. Implantes de Mama. Satisfação do Paciente. Obesidade Mórbida. Cirurgia Plástica.

6 - Avaliação comparativa da função ventilatória através do pico de fluxo expiratório no pré e pós-operatório imediatos de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos eletivos de andar superior de abdome

Comparative evaluation of ventilatory function through pre and postoperative peak expiratory flow in patients submitted to elective upper abdominal surgery

Caio Fernando Cavanus Scheeren; José Júlio Saraiva Gonçalves

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):165-170

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliação comparativa da função ventilatória através do Pico de Fluxo Expiratório (PFE) no pré e pós-operatório imediatos de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos eletivos do andar superior do abdome.
MÉTODOS: estudo prospectivo de coorte incluindo 47 pacientes internados no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul de Julho à Dezembro de 2014, e que realizaram cirurgias eletivas do andar superior do abdome, e submetidos à avaliação espirométrica e aferição do PFE no pré e pós operatório imediatos.
RESULTADOS: dos 47 pacientes, 22 (46,8%) eram do sexo masculino, e 25 (53,20%) do sexo feminino. A média do PFE pré-operatório foi 412,1±91,7, e do pós-operatório de 331,0±87,8, indicando diferenças significantes entre as duas variáveis. O sexo masculino apresentou maiores valores de PFE do que o feminino, tanto no pré-cirúrgico quanto no pós-cirúrgico. Observou-se razoável correlação inversamente proporcional entre as variáveis idade e diminuição do PFE. Ambas as situações mostraram significância estatística (p<0,001). O grupo composto por fumantes apresentou menores valores de PFE tanto no pré como no pós-operatório. O grupo composto por portadores de co-morbidades (HAS e/ou DM) apresentou menores valores de PFE tanto no pré como no pós-operatório (p=0,005). Em ambos os grupos, o pós-operatório determinou uma diminuição significativa do PFE (p<0,001). O tipo de cirurgia realizada e o tipo de anestesia não mostraram diferenças significantes em relação ao PFE.
CONCLUSÃO: as variáveis mais implicadas na diminuição da função ventilatória, avaliadas através da PFE, foram: idade avançada, tabagismo e presença de comorbidades.


Palavras-chave: Pico de Fluxo Expiratório. Cirurgia. Tabagismo. Cirúrgia Torácica. Procedimentos Cirúrgicos Eletivos.

7 - Protocolo eletrônico multiprofissional em oftalmologia com ênfase em estrabismo

Multiprofissional electronic protocol in ophtalmology with enfasis in strabismus

Christie Graf Ribeiro; Ana Tereza Ramos Moreira; José Simão de Paula Pinto; Osvaldo Malafaia, ECBC-PR

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):171-177

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: criar uma base eletrônica de dados em oftalmologia com ênfase em estrabismo através da coleta padronizada de informações. Informatizar esta base sob a forma de software para a coleta sistemática de dados chamado "Protocolo Eletrônico" e incorporar este "Protocolo Eletrônico" da Oftalmologia ao Sistema Integrado de Protocolos Eletrônicos (SINPE©).
MÉTODOS: este é um estudo descritivo e a metodologia aplicada em seu desenvolvimento está didaticamente dividida em três fases: 1) criação da base teórica de dados clínicos de oftalmologia com ênfase em estrabismo; 2) informatização da base teórica dos dados utilizando o SINPE©; e 3) interpretação das informações com demonstração dos resultados. A informatização da base de dados foi realizada pela utilização da concessão de uso do SINPE©. Foram incluídos neste protocolo 50 pacientes com estrabismo para validação do protocolo.
RESULTADOS: o protocolo eletrônico desenvolvido permitiu armazenar informações relacionadas à anamnese, exame físico, exames complementares, diagnóstico e tratamento de pacientes com doenças oftalmológicas, com ênfase em estrabismo. Foram incluídos neste trabalho 2141 itens no protocolo mestre e foram criados 20 protocolos específicos de estrabismo, cada um com suas particularidades. Os 50 pacientes que foram incluídos nos protocolos específicos demonstraram a eficácia do método empregado.
CONCLUSÃO: foi criada uma base eletrônica de dados em oftalmologia com ênfase em estrabismo através da coleta padronizada de informações. Esta base de dados foi informatizada sob a forma de software onde os futuros usuários poderão utilizar o protocolo eletrônico multiprofissional de doenças oftalmológicas com ênfase em estrabismo para a coleta de seus dados.


Palavras-chave: Protocolos. Protocolos Clínicos. Coleta de Dados. Oftalmologia. Estrabismo.

8 - Análise comparativa dos aspectos endoscópicos e histopatológicos das lesões superficialmente elevadas ressecadas por mucosectomias no cólon distal e proximal

Comparative analysis of endoscopic and histopathological features of superficial elevated lesions resected by endoscopic mucosal resection in the distal and proximal colon

Artur Adolfo Parada; Carmen Australia Parede Marcondes Ribas; Filadelfio Euclydes Venco; José Celso Ardengh; Mariana Amaral Reis; Matheus Degiovani; Miguel Reynaldo Varca-Neto; Nildede Rodrigues Diger; Roberto El Ibrahim; Kassia Fernanda Cordova; Marília da Cruz Fagundes; Hamilton Moreira; Luiz Fernando Kubrusly

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):178-184

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: comparar aspectos endoscópicos e histopatológicos de lesões superficialmente elevadas, com um ou mais centímetros de diâmetro, diagnosticadas por videocolonoscopias e ressecadas por mucosectomias do cólon distal com as do cólon proximal.
MÉTODOS: estudo foi retrospectivo, transversal, observacional, envolvendo 8075 videocolonoscopias. Avaliou-se 166 mucosectomias em 145 pacientes com lesões superficialmente elevadas com diâmetro igual ou maior do que 1cm.
RESULTADOS: a prevalência de lesões foi menor no G1 do que no G2 (34,9% x 65%). A média de idade, a distribuição por sexo e o tamanho (1,9cm no G1 e 2cm no G2, p=0,921) foram semelhantes. Não houve diferenças das superfícies em relação à localização (p=0,575). Considerando neoplasia intraepitelial de baixo grau, neoplasia intraepitelial de alto grau (incluindo carcinomas) e hiperplásicas, não houve diferença (p=0,527), assim como quando foram divididas as lesões neoplásicas em serrilhadas e não serrilhadas (p=0,124). Excluindo-se 13 lesões hiperplásicas e duas com carcinomas, 124 (82,1%) foram não serrilhadas e 27 (17,9%) serrilhadas.
CONCLUSÃO: não foram observadas diferenças significativas entre os aspectos endoscópicos e os histopatológicos das lesões superficialmente elevadas, com 1cm ou mais de diâmetro, ressecadas por mucosectomia do cólon distal em relação ao proximal. Embora não significante, há tendência à associação entre a localização da lesão e a presença de características serrilhadas.


Palavras-chave: Neoplasias Colorretais. Endoscopia. Membrana Mucosa. Cólon. Colonoscopia.

9 - Tratamento minimamente invasivo para fístula vesicouretral após prostatectomia radical videolaparoscópica

Minimally invasive treatment of vesicourethral leak after laparoscopic radical prostatectomy

Tiago Rivello Elmor; Mauricio Rubinstein; Guilherme Lima; Antonio Cesar Cruz; Clovis Fraga Tenório Pereira; Irineu Rubinstein

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):185-188

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: descrever nossa experiência com uma abordagem minimamente invasiva para fístula de anastomose vesicouretral persistente (FAVP) após prostatectomia radical laparoscópica (PRL).
MÉTODOS: de 2004 a 2011, 620 pacientes foram submetidos à prostatectomia radical laparoscópica realizada por dois cirurgiões. Dez pacientes apresentaram FAVP e o tratamento conservador foi inicialmente indicado sem sucesso. Esses pacientes foram submetidos a uma reoperação minimamente invasiva, por via endoscópica, com inserção de dois cateteres ureterais para direcionar o fluxo urinário, fixados a um novo cateter uretral. Os cateteres ureterais foram mantidos por sete dias, em média, até a completa resolução do vazamento de urina. O cateter uretral foi removido após três semanas da cirurgia.
RESULTADOS: a correção do vazamento de urina ocorreu dentro de um intervalo de um a três dias em todos os dez pacientes, sem complicações. Não foram observadas estenose de colo vesical ou incontinência urinária após acompanhamento em longo prazo.
CONCLUSÃO: o estudo mostrou que a FAVP após a prostatectomia radical laparoscópica pode ser tratada por via endoscópica com segurança e excelentes resultados.


Palavras-chave: Prostatectomia. Fístula Urinária. Anastomose Cirúrgica. Procedimentos Cirúrgicos minimamente Invasivsos. Neoplasias da Próstata.

Artigo de Revisão

10 - Confiabilidade da avaliação nutricional em pacientes com tumores gastrointestinais

Reliability of nutritional assessment in patients with gastrointestinal tumors

Aline Kirjner Poziomyck; Ana Valeria Gonçalves Fruchtenicht; Georgia Brum Kabke; Bernardo Silveira Volkweis, ACBC-RS; Jorge Luiz Antoniazzi; Luis Fernando Moreira, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):189-197

Resumo PDF PT PDF EN

Pacientes com neoplasia gastrointestinal e desnutridos são menos propensos a tolerar procedimentos cirúrgicos de grande porte, radioterapia ou quimioterapia. Em geral, apresentam maior incidência de complicações, como infecção, deiscência e sepse, o que aumenta o tempo de internação e o risco de morte, e reduz a qualidade de vida. O objetivo desta revisão é abordar os prós e contras de diferentes pontos de vista que avaliam risco nutricional em pacientes com tumores do Trato Gastrointestinal (TGI) e sua viabilidade, considerando o atual entendimento e abordagens de triagem neste campo. Melhor combinação de avaliações antropométricas, laboratoriais e subjetivas se faz necessária em pacientes com câncer do TGI, uma vez que a desnutrição nestes pacientes costuma ser muito mais grave do que naqueles indivíduos com tumores em outros sítios que não o TGI.


Palavras-chave: Avaliação Nutricional. Trato Gastrointestinal. Desnutrição. Prognóstico. Morbidade.

11 - Drenagem biliar ecoguiada: uma nova era da cirurgia endoscópica

Ultrasound-guided biliary drainage: a new era of endoscopic surgery

Joel Fernandez de Oliveira; Diogo Turiani Hourneaux de Moura; Eduardo Turiani Hourneaux de Moura; Hugo Gonçalo Guedes; José Pinhata Otoch; Everson Luiz de Almeida Artifon

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):198-208

Resumo PDF PT PDF EN

Apesar da taxa de sucesso da colangiopancreatografia endoscópica retrógrada (CPRE), em cerca de 10% dos casos há falha no acesso à via biliar. Nesse contexto o ultrassom endoscópico (UE), que inicialmente só era utilizado para o diagnóstico e estadiamento de doenças, hoje, tem importância terapêutica. O objetivo dessa atualização é demonstrar as diversas formas de drenagem biliar ecoguiada, bem como, compará-la com a drenagem transparieto-hepática (DTPH).


Palavras-chave: Endoscopia Gastrointestinal. Ductos Biliares. Ultrassonografia de Intervenção. Icterícia Obstrutiva. Endossonografia.

Nota Técnica

12 - Colecistectomia laparoscópica umbilical assistida por minilaparoscopia

Minilaparoscopy-assisted transumbilical laparoscopic cholecystectomy

Geraldo José de Souza Lima, TCBC-MG; Rodrigo Fabiano Guedes Leite, TCBC-MG; Gustavo Munayer Abras, ACBC-MG; Livio José Suretti Pires, TCBC-MG; Eduardo Godoy Castro, ACBC-MG

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):209-213

Resumo PDF PT PDF EN

O papel da videolaparoscopia na era moderna da cirurgia encontra-se bem estabelecido. Com a perspectiva de ser possível melhorar a já privilegiada situação atual, novas alternativas têm sido propostas, como a cirurgia por orifícios naturais (NOTES), o método por acesso único transumbilical (LESS - Laparo-endoscopic single-site surgery) e a minilaparoscopia (MINI). A técnica proposta pelos autores utiliza-se de óptica com canal de trabalho como o endoscópio flexível do NOTES, executa-se todos os tempos operatórios pelo trocarte umbilical, como no LESS, e é assistido por pinça de minilaparoscopia. Esta nova técnica combina e resulta da racionalização de particularidades técnicas e do sinergismo destas três abordagens, buscando agregar suas vantagens e minimizar as suas desvantagens.


Palavras-chave: Procedimentos Cirúrgicos Operatórios. Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos. Colecistectomia. Colecistectomia Laparoscópica. Cirurgia Videoassistida.

Ensino

13 - A história da cirurgia das paratireoides

The history of the parathyroid surgery

Marcelo Garcia Toneto; Shandi Prill; Leticia Manoel Debon; Fernando Zucuni Furlan; Nedio Steffen

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):214-222

Resumo PDF PT PDF EN

Os autores fizeram uma revisão dos principais aspectos históricos da progressão do conhecimento sobre o tratamento cirúrgico do hiperparatireoidismo. Por meio de revisão bibliográfica, foram analisados artigos selecionados sobre a história da evolução do conhecimento anatômico, fisiológico, patológico e cirúrgico das glândulas paratireoides. Devido às suas características anatômicas peculiares, as paratireoides foram as últimas das glândulas endócrinas a serem descobertas, o que dificultou sobremaneira seu tratamento adequado até as primeiras décadas do Século XX. A evolução tecnológica ocorrida nos últimos 30 anos facilitou sobremaneira a localização das glândulas e a cirurgia do hiperparatireoidismo. Contudo, um cirurgião experiente e dedicado ao tratamento dessa enfermidade ainda é fundamental para a excelência do tratamento.


Palavras-chave: Hormônio Paratireoideo. Hiperparatireoidismo. Cirurgia. Paratireoidectomia. História da Medicina.

Indexada em:

Copyright 2016 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões