Orgão Oficial

CBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Capa

Ano 2015 - Volume 42 Número 6
Novembro / Dezembro

Artigo Original

1 - Prevalência das alterações em tomografias computadorizadas de tórax em pacientes com câncer de cabeça e pescoço

Prevalence of alterations in chest computerized tomography in patients with head and neck cancer

Diógenes Paiva; Otávio Alberto Curioni; Ricardo Pires de Souza; Débora Vianna; Luciano José França; Luís Eduardo Sobreiro; Rogério Aparecido Dedivitis, TCBC-SP; Abrão Rapoport, ECBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):356-359

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a prevalência de alterações encontradas na tomografia computadorizada (TC) de tórax em pacientes com carcinoma epidermóide de cabeça e pescoço.
MÉTODOS: Foram analisadas retrospectivamente 209 TC de tórax de pacientes com carcinoma epidermoide de cabeça e pescoço. As alterações tomográficas foram estratificadas como: inflamatórias/infecciosas, parenquimatosas, nodulares incaracterísticas e nodulares metastáticas/tumorais
RESULTADOS: foram diagnosticadas alterações em 66,6 % dos exames. Destes, 25,3% representaram enfisema pulmonar; 18,8% micronódulos incaracterísticos; 12,9% metástases; 11,9% de linfonodomegalias torácicas; e, em 6,6%, foram detectadas tuberculose pulmonar ativa ou sequela, pneumonia ou sinais inflamatórios/infecciosos e espessamento ou derrame pleural.
CONCLUSÃO: a prevalência de exames com alteração e o considerável índice de metástases detectadas, indicam que a TC de tórax deve ser solicitada para complementação diagnóstica e/ou estadiamento nos casos de câncer de cabeça e pescoço.


Palavras-chave: Carcinoma de Células Escamosas. Neoplasias de Cabeça e Pescoço. Tomografia Computadorizada por Raios X. Estadiamento de Neoplasias. Programas de Rastreamento.

2 - Esofagogastrectomia total nas neoplasias do esôfago e transição esofagogástrica: quando deve ser indicada?

Total esophagogastrectomy in the neoplasms of the esophagus and esofagogastric junction: when must be indicated?

Nelson Adami Andreollo, TCBC-SP; João de Souza Coelho Neto, TGCB-SP; Guilherme Delfino Calomeni; Luiz Roberto Lopes, TCBC-SP; Valdir Tercioti Junior, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):360-365

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar as indicações e resultados da esofagogastrectomia total seguida de esofagocoloplastia, nas neoplasias do esôfago distal e da transição esofagogástrica.
MÉTODOS: foram avaliados os dados epidemiológicos, o quadro clínico, a indicação cirúrgica, o tipo de reconstrução, as complicações clínicas e cirúrgicas e a mortalidade.
RESULTADOS: Nas reconstruções foram realizadas oito esofagocoloduodenoplastias e as demais foram esofagocolojejunoplastias em Y de Roux, visando prevenir o refluxo alcalino. Três casos eram estádios I/II, enquanto 15 (85%) casos eram estádios III/IV, refletindo o diagnóstico tardio destes tumores. A mortalidade operatória foi cinco pacientes (25%): uma mediastinite secundária à necrose do cólon transposto, uma celulite abdominal secundária à infecção de ferida operatória, uma broncopneumonia grave, um choque irreversível e uma sepse associada à fístula colojejunal. Quatro doentes morreram no primeiro ano de pós-operatório, sendo que três (15%) deveram-se à recidiva tumoral e um (5%) secundário à broncopneumonia. A sobrevida de cinco anos foi 15%.
CONCLUSÃO: a esofagogastrectomia total associada à esofagocoloplastia apresenta elevada morbimortalidade, necessitando indicação precisa. Os pacientes corretamente selecionados beneficiam-se da operação, sendo o risco-benefício aceitável, contribuindo para o aumento da sobrevida e melhora da qualidade de vida.


Palavras-chave: Adenocarcinoma. Esôfago. Procedimentos Cirúrgicos Operatórios. Esofagectomia.

3 - A cirurgia plástica na reconstrução da parede torácica: aspectos relevantes - série de casos

Plastic surgery in chest wall reconstruction: relevant aspects - case series

Diogo Franco, TCBC-RJ; João Medeiros Tavares Filho, TCBC-RJ; Paola Cardoso, AsCBC-RJ; Laércio Moreto Filho, AsCBC-RJ; Mario Celso Reis; Carlos Henrique Ribeiro Boasquevisque; Augusto Rocha; Afrânio Coelho-Oliveira; José Aldrovando de Oliveira, ECBC-RJ; Talita Romero Franco, ECBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):366-371

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: discorrer sobre a participação da Cirurgia Plástica na reconstrução da parede torácica, ressaltando os aspectos relevantes das associações interdisciplinares.
MÉTODOS: foram analisados prontuários de 20 pacientes submetidos a extensas ressecções do tegumento torácico, no período entre 2000 e 2014, quanto à indicação das ressecções, à extensão e à profundidade das áreas cruentas, aos tipos de reconstruções realizadas e às complicações.
RESULTADO: entre os 20 pacientes, com média de 55 anos de idade, cinco eram do sexo masculino e 15 do feminino. Foram ressecados: um carcinoma espinocelular, dois carcinomas basocelulares, cinco condrossarcomas e 12 tumores de mama. A extensão das áreas cruentas variou de 4x9 cm até 25x40 cm. Em 12 pacientes as ressecções abrangeram o plano muscular. Nos oito restantes, a retirada do tumor atingiu a espessura total da parede. Para reconstrução foram utilizados: um retalho muscular associado à enxertia de pele, nove retalhos miocutâneos e dez retalhos fasciocutâneos da região. Em dois pacientes submetidos à reconstrução com retalhos fasciocutâneos houve sofrimento parcial do retalho, resolvido com o emprego de retalho miocutâneo. Nos outros pacientes não houve intercorrências com as técnicas empregadas, sendo necessária somente uma cirurgia.
CONCLUSÃO: a adequada avaliação dos tecidos locais e dos retalhos disponíveis para a reconstrução, além da boa integração da Cirurgia Plástica com as especialidades envolvidas no tratamento, possibilitam extensas ressecções da parede torácica e reconstruções que propiciam a recuperação do paciente.


Palavras-chave: Parede Torácica/cirurgia. Neoplasias da Mama/complicações. Neoplasias da Mama/cirurgia. Retalho Perfurante/cirurgia; Retalho Miocutâneo/cirurgia.

4 - Perfil epidemiológico e complicações pós-operatórias das mulheres submetidas à cirurgia ginecológica em centro de referência do extremo setentrional da amazônia legal brasileira

Epidemiological profile and postoperative complications of women undergoing gynecological surgery in a reference center in the northern brazilian legal amazon

Sônia Maria Coelho; Elizabeth de La Trinidad Castro Perez; Cynthia Dantas de Macedo Lins; Mariano Tamura Vieira Gomes; Zsuzsanna Illona Katalin de Jármy Di Bella; Marina de Paula Andres; Sergio Podgaec

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):372-376

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar o perfil epidemiológico e as complicações operatórias das pacientes submetidas à operações ginecológicas realizadas devido à presença de doenças benignas em um hospital público terciário no Estado de Roraima, Brasil.
MÉTODOS: foi realizado um levantamento retrospectivo, por meio da análise de prontuários de 518 pacientes submetidas à operações ginecológicas entre os meses de janeiro e junho de 2012. Foram incluídas as três principais operações realizadas nesse período (n=175): histerectomia, colpoperineoplastia e colocação de sling suburetral. Foram excluídos 236 casos de laqueadura tubária e 25 casos em que não foi possível acesso ao prontuário médico.
RESULTADOS: A média etária foi 47,6 anos, predominaram pacientes com ensino fundamental (36,6%), provenientes da capital (77%), com relações estáveis (47,4%) e ocupação prevalente "do lar" (26,3%). As pacientes, em sua maioria, tinham antecedentes três ou mais partos (86,6%), com via vaginal prévia em 50,2% e parto cesáreo prévio em 21%. Os principais diagnósticos indicativos de tratamento cirúrgico foram: mioma uterino (46,3%), incontinência urinária de esforço (27,4%) e distopias genitais (17,7%). Foram encontrados três casos (1,7%) de lesões intraepiteliais de alto grau na colpocitologia oncótica. A operação mais realizada foi a histerectomia total (19,8%), sendo 15,5% por via vaginal. A complicação mais frequente foi a infecção de ferida operatória (2,2%).
CONCLUSÃO: as mulheres submetidas às operações ginecológicas devido à doenças benignas apresentavam média etária de 47 anos, a maioria tinha nível de escolaridade fundamental, eram provenientes da capital, tinham união estável, eram predominantemente do lar, multíparas e apresentaram taxas de complicações operatórias baixas.


Palavras-chave: Cirurgia. Histerectomia. Slings Suburetrais. Prolapso de Órgão Pélvico. Complicações Pós-Operatórias.

5 - Técnica modificada do sling pubovaginal no tratamento cirúrgico da incontinência urinária de esforço feminina

Modified pubovaginal sling technique in the surgical management of female stress urinary incontinence

Armando Brites Frade; Camila Luz Frade; Thäis Gentil Leite; Thalita Russo Domenich; Antonio Pedro Flores Auge

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):377-381

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a aplicação de faixa aponeurótica por técnica modificada com visibilização direta das agulhas em pacientes com incontinência urinária de esforço.
MÉTODOS: foi aplicado o questionário Kings Health Questionaire (KHQ) de qualidade de vida, exame ginecológico, exame de urina I e urocultura aproximadamente sete dias antes da realização do estudo urodinâmico (EUD) e PAD test de uma hora submetidas à confecção de faixa aponeurótica com passagem de faixa pela via retropúbica, com agulha sob visibilização direta, PAD test e King's Helth Questionaire, no pré e pós operatórios.
RESULTADOS: a média de idade foi 50,6 anos, 89% da cor branca, IMC de 28 e PPE de 58,5cm de H2O. Quarenta e seis delas tiveram acompanhamento de três e seis meses, 43 de 12 meses. A taxa de cura objetiva, em 12 meses de pós-operatório foi aproximadamente 93,5%. Ao avaliarmos a qualidade de vida das pacientes, observamos a melhora significante em 12 meses de pós-operatório, quando comparada ao pré-operatório. Não foi observada nenhuma lesão uretral/vesical. Como resultados adversos tivemos uma retenção urinária persistente (2,3%), sendo submetida à uretrolíse, estando atualmente sem perda.
CONCLUSÃO: a operação proposta é segura quanto ao risco de lesões vesicais ou uretrais, promovendo melhora acentuada na qualidade de vida e cura objetiva.


Palavras-chave: Incontinência urinária/cirurgia. Slings suburetrais. Procedimentos cirúrgicos urológicos/métodos.

6 - Análise epidemiológica de politraumatizados com lesões renais em um hospital universitário

Epidemiological analysis of polytrauma patients with kidney injuries in a university hospital

Bianca Luiza Valduga Guareschi; Carla Martinez Menini Stahlschmidt, ACBC-PR; Karin Becker; Marianna Fergutz S. Batista; Patricia Longhi Buso, ACBC-PR; Luiz Carlos Von Bahten, TCBC-PR

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):382-385

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: analisar as características de pacientes vítimas de trauma, com lesões renais atendidos em um hospital universitário de Curitiba.
MÉTODOS: estudo transversal retrospectivo guiado por revisão de prontuários de vítimas de trauma submetidos ao tratamento cirúrgico. As variáveis analisadas foram idade, sexo, mecanismo de trauma, grau das lesões renais, conduta individualizada de acordo com o grau da lesão renal, lesões associadas, complicações e óbitos. As lesões foram classificadas de acordo com a Associação Americana de Cirurgia do Trauma (AAST).
RESULTADOS: foram analisados 794 prontuários, a lesão renal foi encontrada em 33 pacientes, a média de idade foi 29,8 anos, a maioria dos pacientes era (87,8%) do sexo masculino. O trauma penetrante foi responsável por 84,8% dos casos. As lesões mais frequentes foram as de grau II (33,3%), seguidas pelas lesões de grau I (18,1%) e pelas lesões de grau III, IV e V. Foram tratadas com nefrectomia, 45,4% das lesões, 73,3% por nefrectomia total e 45,4%, por nefrorrafia. Em 9% o tratamento não foi cirúrgico. Apenas 12,1% dos pacientes apresentaram lesões renais isoladas. Complicações foram observadas em 15,1% e a taxa de óbito foi 6,06%.
CONCLUSÃO: a abordagem cirúrgica foi a preferencial devido ao mecanismo de trauma penetrante. Obtivemos baixos índices de óbitos e complicações, sendo que nenhum dos casos pôde ser relacionado diretamente à lesão renal, e ocorreram em pacientes com múltiplas lesões. Nesta amostra, não foi possível provar relação direta entre lesão renal e complicações, óbitos ou com o tipo de conduta empregada.


Palavras-chave: Rim. Ferimentos e Lesões. Epidemiologia. Traumatologia. Ferimentos Penetrantes.

7 - Análise da evolução natural dos ferimentos diafragmáticos à direita em ratos

Analysis of natural history of the diaphragmatic injury on the right in mice

Benedito Aparecido Caiel; Cristovam Scapulatempo Neto; Arthur Soares de Souza Júnior; Roberto Saad Júnior

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):386-392

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a evolução natural do ferimento diafragmático à direita após a retirada cirúrgica de uma porção do hemidiafragma.
MÉTODOS: os animais foram submetidos à ressecção de uma porção do hemidiafragma à direita através da laparotomia mediana. Foram operados 40 ratos. As variáveis analisadas foram: herniação, proteção hepática, cicatrização, lesão persistente do diafragma, avaliação da tomografia computadorizada, frequência cardíaca e peso.
RESULTADOS: foram analisados 40 ratos. Houve duas mortes no pós-operatório. Dezessete animais tiveram herniação (42,5%) e 23 (57,5%), não. Analisando emprego da tomografia computadorizada na avaliação da hérnia diafragmática, tivemos um método com boa sensibilidade (78,6%), boa especificidade (90,9%) e boa acurácia (86,1%) quando comparados com a necrópsia.
CONCLUSÃO: houve predomínio de cicatrização do hemidiafragma à direita e o tamanho da lesão inicial não influenciou na ocorrência de proteção hepática ou hérnia em ratos.


Palavras-chave: Cirurgia Torácica. Cicatrização. Diafragma. Experimentação Animal. Hérnia Diafragmática Traumática. Traumatismos Torácicos.

8 - Avaliação da regeneração hepática com dieta suplementada com ácidos graxos ômega-3: estudo experimental em ratos

Evaluation of liver regeneration diet supplemented with omega-3 fatty acids: experimental study in rats

Rosilda Mendes da Silva; Osvaldo Malafaia, ECBC-PR; Orlando Jorge Martins Torres, TCBC-MA; Nicolau Gregori Czeczko, TCBC-PR; Carlos Hespanha Marinho Junior; Ronaldo Kiviatcoski Kozlowski

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):393-398

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a regeneração hepática em ratos submetidos à hepatectomia parcial de 60% com e sem ação de dieta suplementada com ácidos graxos ômega-3 através do estudo ponderal do fígado regenerado, parâmetros laboratoriais da função hepática e estudo histológico.
MÉTODOS: foram usados 36 ratos machos, distribuídos em dois grupos: grupo controle e grupo ômega-3. Cada um foi subdividido em mais três subgrupos com óbito em 24h, 72h e sete dias. O grupo ômega-3 recebeu água e dieta padrão suplementada com emulsão lipídica de ácidos graxos ômega-3 a 10% e o controle solução fisiológica a 0,9%. Em todos os subgrupos foi feita análise da regeneração hepática através da fórmula de Kwon, estudo da função hepática: dosagem de AST, ALT, gama-GT, bilirrubina total, bilirrubina indireta e indireta e albumina, e análise de mitose celular pela coloração de Hematoxilina-Eosina.
RESULTADOS: o grupo com dieta suplementada não apresentou diferença estatística (p>0,05) quanto à evolução dos pesos. Administração de ácidos graxos ômega-3 pós-hepatectomia mostrou que os níveis de gama-GT tiveram redução significante, podendo refletir na regeneração hepática. Na avaliação do índice mitótico não houve diferença entre os momentos estudados.
CONCLUSÃO: a suplementação com ácidos graxos ômega-3 em ratos submetidos à ressecção hepática a 60% não apresentou papel expressivo relacionados à regeneração do fígado.


Palavras-chave: Hepatectomia. Regeneração Hepática. Ácidos graxos. Ácidos Graxos Ômega-3.

9 - Efeito da Carapa guianensis Aublet (Andiroba) e Orbignya phalerata (Babaçu) na cicatrização de colorrafias em ratos

Effect of Carapa guianensis Aublet (Andiroba) and Orbignya phalerata (Babassu) in colonic healing in rats

Cícero Evandro Soares Silva, Orlando Jose dos Santos, Jurandir Marcondes Ribas-Filho; Fernando Issamu Tabushi; Marcio Hiroaki Kume; Leandro Bressianini Jukonis; Igor Furlan Cella

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):399-406

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar o efeito cicatrizante do extrato aquoso do babaçu e do óleo de andiroba em feridas abertas no ceco de ratos.
MÉTODOS: cinquenta e quatro ratos Wistar foram divididos em três grupos de 18: 1) grupo babaçu, com aplicação do extrato aquoso de babaçu; 2) grupo andiroba, com aplicação do óleo; e 3) grupo controle, com aplicação de solução salina. Todos os procedimentos foram feitos por gavagem. Cada grupo foi dividido em três subgrupos de seis animais conforme o período de observação, aos 7, 14 ou 21 dias. De cada animal foi retirado fragmento do ceco com 1,5cm2 de diâmetro. As áreas das lesões foram analisadas por macroscopia e os segmentos ressecados das feridas por microscopia ótica em colorações de hematoxilina-eosina e tricrômico de Masson.
RESULTADOS: foram verificados abscesso e infecção em dois animais do grupo andiroba, e um com hematoma. Quanto ao grau de aderências, o grupo babaçu teve maior incidência de aderências grau II enquanto que no grupo controle e andiroba predominaram aderências grau I. Na análise microscópica no sétimo dia a proliferação fibroblástica foi maior no grupo andiroba e menor no grupo babaçu (p=0,028). No 14º dia os polimorfonucleares foram menos acentuados no grupo babaçu (p=0,007). Quanto ao teste de resistência à insuflação de ar atmosférico observou-se que o grupo andiroba em qualquer dos dias avaliados apresentou maior tensão. Quanto à colagenização, no sétimo dia, ela esteve presente em 100% dos animais do grupo andiroba. No 14º dia foi mais acentuada no grupo controle e no 21º dia resultados semelhantes para o grupo controle e andiroba.
CONCLUSÃO: os animais dos grupos babaçu e andiroba apresentaram melhor cicatrização do ceco em comparação ao grupo controle.


Palavras-chave: Ratos. Cicatrização. Fitoterapia.

Ensino

10 - Construção e validação de um instrumento de avaliação de habilidades técnicas para programas de residência em cirurgia geral

Construction and validation of a surgical skills assessment tool for general surgery residency program

Elizabeth Gomes dos Santos, TCBC-RJ; Gil Fernando da Costa Mendes de Salles

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):407-412

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: construir e validar um instrumento para aferir a aquisição de habilidades técnicas na realização de operações de graus crescentes de dificuldade para ser utilizado na Residência Médica em Cirurgia Geral (RMCG).
MÉTODOS: foi construído um instrumento de avaliação de habilidades cirúrgicas contendo 11 operações em níveis crescentes de dificuldade. Para a validação do instrumento foi usado o método de validação de face. Por meio de uma ferramenta de pesquisa eletrônica (Survey MonKey®) um questionário foi enviado para membros Titulares e Eméritos do CBC de todos os estados brasileiros, portadores de Título de Especialista pelo CBC.
RESULTADOS: Dos 307 questionários enviados foram recebidas 100 respostas. Para a análise dos dados coletados foi utilizado o teste alfa de Cronbach. Observou-se, de uma forma geral, que os alfas globais se apresentaram com valores próximos ou superiores a 0,70, expressando uma boa consistência interna das perguntas para avaliar os respectivos aspectos de interesse.
CONCLUSÃO: O instrumento de avaliação construído foi validado e pode ser usado como um método de avaliação da aquisição de habilidade técnica na Residência Médica em Cirurgia Geral no Brasil.


Palavras-chave: Residência Médica. Cirurgia Geral. Educação Médica. Programas de Treinamento.

11 - Sistema de mapeamento dos egressos

System to outline the graduatestudents

Alberto Schanaider

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):413-417

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar o sistema de mapeamento dos egressos dos Programas de Pós-Graduação da área Medicina III da CAPES.
MÉTODOS: compôs-se da análise dos Cadernos de indicadores e do Documento de área dos Programas de Pós-Graduação em Cirurgia e da consulta à literatura sobre o tema.
RESULTADOS: Constatou-se uma escassez de dados no que tange a avaliação dos egressos, junto a maior parte dos Programas. O sistema vigente para mapeamento de egressos carece de padronização e suporte institucional. Há uma concentração de pós-graduados médicos no sistema público, no entanto, estes representam uma pequena parcela dos alunos formados pelos Cursos de Graduação em Medicina no Brasil. No contexto atual, a procura pela Pós-Graduação e, consequentemente, pela pesquisa e carreira docente vem cedendo espaço para as atividades assistenciais não acadêmicas, na iniciativa privada e no mercado de trabalho.
CONCLUSÃO: urge instituir não políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação, mas de Educação e Saúde que atuem harmonicamente, estimulem a qualificação e a carreira docente e aprimorem a Pós-Graduação. Fazse necessária a elaboração de um formulário único, sob a égide institucional da CAPES, por meio da criação de um Programa Nacional de Egressos, objetivando consolidar diretrizes para o mapeamento dos egressos dos Programas de Pós-Graduação em Cirurgia no país.


Palavras-chave: Educação de Pós-Graduação. Avaliação Educacional. Ciências da Saúde. Estudantes.

12 - Modelo de dispositivo para treinamento de habilidades operatórias em laparoscopia

Device model for training of laparoscopic surgical skills

Renan Silva Couto; Andrea da Costa Veloso; Fatima Gurgel Antunes; Renato Ferrari; Rhycktielle Gladysman Ferrer Carneiro

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):418-420

Resumo PDF PT PDF EN

Os autores apresentam um modelo de dispositivo para treinamento de habilidades em laparoscopia de original construção, leve, desmontável, portátil e de baixo custo.


Palavras-chave: Educação Médica. Capacitação/educação. Materiais de Ensino.

Nota Técnica

13 - Obtenção da fibrina rica em plaquetas injetável (i-PRF) e sua polimerização com enxerto ósseo: nota técnica

Obtention of injectable platelets rich-fibrin (i-PRF) and its polymerization with bone graft: technical note

Carlos Fernando de Almeida Barros Mourão; Helder Valiense; Elias Rodrigues Melo; Natália Belmock Mascarenhas Freitas Mourão; Mônica Diuana-Calasans Maia

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(6):421-423

Resumo PDF PT PDF EN

A utilização dos agregados plaquetários autólogos é uma realidade inovadora nos procedimentos médicos e odontológicos atualmente. O objetivo deles é promover uma melhor cicatrização dos tecidos moles e duros. Dentre eles, o plasma rico em plaquetas (PRP), é a principal alternativa para a utilização na forma líquida (injetável). Estes agregados plaquetários na forma injetável são frequentemente empregados em procedimentos regenerativos, apresentando bons resultados quando usados. O objetivo deste trabalho é apresentar uma alternativa para estes agregados, através da produção de fibrina rica em plaquetas na sua forma líquida (injetável), e possibilitar sua utilização com materiais particulados para enxertos ósseos na sua forma polimerizada.


Palavras-chave: Plasma Rico em Plaquetas. Fibrina. Células Sanguíneas. Perda do Osso Alveolar.

Indexada em:

Copyright 2016 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões