Orgão Oficial

CBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Capa

Ano 2015 - Volume 42 Número 3
Maio / Junho

Editorial

Artigo Original

2 - A acurácia da ultrassonografia com Doppler na avaliação da maturação da fístula arteriovenosa para hemodiálise

Accuracy of doppler ultrasonography in the evaluation of hemodialysis arteriovenous fistula maturity

João Humberto da Fonseca Junior; Guilherme Benjamin Brandão Pitta; Fausto Miranda Júnior

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):138-142

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: testar a acurácia da ultrassonografia com Doppler (USD) na avaliação da maturação do acesso vascular para hemodiálise.
MÉTODOS: foram incluídos pacientes que não haviam feito uma fistula arteriovenosa (FAV) anteriormente. Cada paciente foi submetido a dois exames de USD. Após o início da hemodiálise, foram acompanhados durante o primeiro mês utilizando o acesso e verificando sua adequação às sessões de hemodiálise. Foram aferidas: especificidade, sensibilidade, acurácia, curva ROC (Receiver operator characteristic), curva TG-ROC (Two graph - receiver operator characteristic) e regressão logística.
RESULTADOS: foram incluídos na pesquisa 76 pacientes, 51 concluíram o estudo. O volume de fluxo (VF) médio e o diâmetro médio da veia de drenagem (DVD) foram, respectivamente, para cada grupo: 940 ml/min (IC95%: 829-1052 ml/min); 325 ml/min (IC95%: 140-510 ml/min); e 0,48cm (IC95%: 0,45-0,52 cm); 0,33cm (IC95%: 0,27-0,40 cm). A área sob a curva ROC do VF e do DVD foram, respectivamente, 0,926 e 0,766.
CONCLUSÃO: A acurácia da medida de volume de fluxo aferido na veia de drenagem para avaliar a maturação da fistula de hemodiálise foi 85%, o melhor parâmetro disponível isoladamente.


Palavras-chave: Fístula arteriovenosa. Hemodiálise. Ultrassonografia Doppler em Cores.

3 - Desenluvamentos de tronco e membros: comparação dos resultados da avaliação precoce ou tardia pela cirurgia plástica

Degloving injuries of trunk and limbs: comparison of outcomes of early versus delayed assessment by the plastic surgery team

Daniel Francisco Mello; José Cesar Assef, TCBC-SP; Sílvia Cristine Soldá, TCBC-SP; AméRico Helene Jr

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):143-148

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: analisar os casos de desenluvamentos de tronco e membros, comparando os resultados da avaliação precoce ou tardia pela equipe de cirurgia plástica.
MÉTODOS: análise retrospectiva de prontuários. Os pacientes foram separados em dois grupos: Avaliação precoce - Grupo I (realizada no intervalo de até 12 horas após o trauma) e Avaliação tardia - Grupo II (realizada mais de 12 horas após o trauma). Definiu-se como enxertia primária aquela realizada com pele proveniente do retalho traumático. Foram excluídos os casos com acometimento de mãos, pés ou genitália.
RESULTADOS: foram atendidos 47 pacientes. A superfície corporal lesada média foi 8,2%. Os membros inferiores foram os locais mais acometidos, em 95,7%, isoladamente ou em associação com lesões em outros locais. A avaliação da Cirurgia Plástica foi solicitada tardiamente em 25 casos. Observou-se tempo médio de internação de 36,1 dias para o grupo I e de 57,1 para o grupo II (p=0,026). Em relação ao número de cirurgias (enxertias de pele), observou-se média de 1,3 no grupo I e 1,6 no grupo II (p=0,034).
CONCLUSÃO: em doentes politraumatizados, vítimas de desenluvamento de tronco e membros, podemos concluir, no que se refere ao tempo de internação e número de operações, que a avaliação da Cirurgia Plástica deve ser precoce.


Palavras-chave: Transplante de pele. Lesões dos Tecidos Moles. Técnicas de Fechamento de Ferimentos. Procedimentos Cirúrgicos Dermatológicos. Fáscia/cirurgia.

4 - Herniorrafia inguinal: pode-se identificar os três principais nervos da região?

Inguinal hernia repair: can one identify the three main nerves of the region?

João Vicente Machado Grossi, ASCBC-RS; Leandro Totti Cavazzola, TCBC-RS; Ricardo Breigeiron TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):149-153

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: identificar os nervos da região inguinal durante hernioplastia inguinal por inguinotomia.
MÉTODOS: estudo prospectivo, sequenciado, não randomizado, composto por 38 pacientes submetidos à herniorrafia inguinal com colocação de tela de polipropileno.
RESULTADOS: Os pacientes masculinos eram 36 (94,7%), com média de idade e desvio-padrão de 43,1 ± 14,5, índice de massa corporal de 24,4 ± 2,8. As comorbidades eram HAS em dois (5,2%), tabagismo em 12 (31,5%) e obesidade em dois (5,2%). A hérnia localizava-se somente à direita em 21 (55,2%) pacientes, somente à esquerda em 11 (28,9%), e era bilateral em seis (15,7%) pacientes. O reparo prévio da hérnia foi feito em sete (18,4%) pacientes. A identificação dos três nervos durante a operação fez-se em 20 (52,6%) pacientes, o nervo ílio-inguinal e o nervo ílio-hipogástrico foram identificados em 33 (86,8%), e o ramo genital do nervo gênito-femoral em 20 (52,6%). A ressecção de ao menos um dos nervos foi realizada em sete (18,4%), sendo dois nervos íliohipogástricos e cinco nervos ílio-inguinais. O tempo médio de operação foi 70,8 ± 18,2 minutos. O tempo de internação hospitalar foi 1,42 ± 1,18 dias. Retornaram à atividade física no primeiro atendimento dez (26,3%) pacientes e, no último, 37 (97,3%). O tempo de acompanhamento foi 95,6 ± 23,5 dias. A impossibilidade de identificação do nervo ílio-inguinal associou-se ao reparo prévio (p=0,035).
CONCLUSÃO: a identificação dos três nervos durante a hernioplastia inguinal foi descrito em mais da metade dos casos e o reparo prévio interferiu na identificação do nervo ílio inguinal.


Palavras-chave: Hérnia Inguinal. Herniorrafia. Nervos Periféricos. Dor Crônica/cirurgia. Neuralgia/cirurgia.

5 - Fatores preditivos da necessidade de secção dos vasos gástricos curtos nas fundoplicaturas totais videolaparoscópicas

Predictive factors for short gastric vessels division during laparoscopic total fundoplication

Alexandre Chartuni Pereira Teixeira; Fernando Augusto Mardiros Herbella; Adorísio Bonadiman; José Francisco de Mattos Farah, ACBC-SP; José Carlos Del Grande, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):154-158

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: determinar variáveis clínicas que possam predizer a necessidade de secção dos vasos gástricos curtos (VGC), baseado na tensão do fundo gástrico, avaliando os resultados pós-operatórios em pacientes submetidos ou não à secção destes vasos.
MÉTODOS: foram analisados os dados de 399 pacientes consecutivos submetidos à fundoplicatura total laparoscópica para a doença do refluxo gastroesofágico (DRGE). A secção dos VGC foi realizada de acordo com a avaliação do cirurgião, baseado na tensão do fundo gástrico. Os pacientes foram distribuídos em dois grupos: sem necessidade de secção dos VGC (grupo A) ou com necessidade de secção dos VGC (grupo B).
RESULTADOS: A secção não foi necessária em 364 (91%) pacientes (Grupo A) e necessária em 35 (9%) pacientes (Grupo B). O Grupo B tinha proporcionalmente mais pacientes do sexo masculino e maior estatura média. Os parâmetros endoscópicos foram piores para o Grupo B, com maiores hérnias hiatais, maior proporção de hérnias com mais de quatro centímetros, esofagite mais intensa, maior proporção de esôfago de Barrett e esôfago de Barrett longo. O sexo masculino e as esofagites graus IV-V foram considerados fatores preditivos independentes na análise multivariada. A disfagia transitória e os sintomas de DRGE foram mais comuns no Grupo B.
CONCLUSÃO: A secção dos vasos gástricos curtos não é necessária rotineiramente, porém o sexo masculino e as esofagites graus IV-V são fatores preditivos independentes da necessidade da secção destes vasos.


Palavras-chave: Fundoplicatura. Cirurgia Vídeoassistida. Refluxo Gastroesofágico. Fundo Gástrico.

6 - Tratamento endoscópico das fístulas após gastrectomia vertical e bypass gástrico em Y de Roux

Endoscopic treatment of the fistulas after laparoscopic sleeve gastrectomy and Roux-en-Y gastric bypass

Luís Gustavo Santos Périssé; Paulo Cezar Marques Périssé, ECBC/RJ; Celso Bernardo Júnior

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):159-164

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a utilização das próteses metálicas autoexpansivas no tratamento das fístulas pós-gastroplastia redutora.
MÉTODOS: todos os pacientes foram tratados com próteses metálicas autoexpansivas totalmente recobertas e, exceto aqueles que apresentavam drenos intracavitários, foram submetidos à drenagem por via laparoscópica ou guiada por TC. Após seis a oito semanas, a prótese era retirada e, caso a fístula ainda estivesse aberta, novas próteses eram posicionadas e permaneciam por igual período.
RESULTADO: o tratamento endoscópico obteve sucesso em 25 (86,21%) pacientes. A principal complicação foi a migração da prótese, ocorrida em sete pacientes. Outras complicações foram intolerância à prótese, hemorragia digestiva e aderência. O tratamento não teve êxito em quatro pacientes (13,7%), sendo que um (3,4%) faleceu.
CONCLUSÃO: a abordagem endoscópica com a utilização de prótese autoexpansiva, totalmente recoberta, foi eficaz para tratar a maioria dos pacientes com fístula pós-gastroplastia redutora.


Palavras-chave: Fístula. Complicações Pós-Operatórias. Procedimentos Cirúrgicos Endoscópicos Gastrointestinais. Implante de Prótese.

7 - Enucleação da próstata com Holmium Laser (HoLEP) versus Ressecção Transuretral Da Próstata (RTUP)

Holmium Laser enucleation of the prostate (HoLEP) versus Transurethral Resection of the Prostate (TURP)

Luís Eduardo Durães Barboza; Osvaldo Malafaia, ECBC-PR; Luiz Edison Slongo; Fernando Meyer; Paulo Afonso Nunes Nassif, TCBC-PR; Fernando Issamu Tabushi; Eduardo Wendler; Rafael Alexandre Beraldi

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):165-170

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a eficácia e a aplicabilidade da enucleação prostática com Holmium Laser (HoLEP), no tratamento da hiperplasia prostática benigna (HPB), comparando-a à ressecção transuretral da próstata (RTUp).
MÉTODOS: ambos os procedimentos eram explicados aos pacientes com indicação de tratamento cirúrgico e eles escolhiam qual procedimento seria realizado, HoLEP ou RTUp. Eram coletados dados da internação, dados clínicos, escore de sintomas e pico de fluxo urinário. No ato operatório registravam-se tempo cirúrgico, tempo de morcelamento (nos casos de HoLEP), lesão vesical ou intercorrências. Noventa dias após a operação era feita uma nova avaliação do pico de fluxo urinário e escore de sintomas. A análise estatística foi realizada em parte pelo programa Sinpe® e também por uma equipe profissional.
RESULTADOS: foram operados 20 pacientes no grupo HoLEP e 21 no RTUp. O pico de fluxo urinário pré-operatório foi 8ml/s em ambos os grupos. O escore de sintomas pré-operatório foi 22 no grupo HoLEP e 20 no RTUp. O tempo operatório foi 85 minutos no grupo HoLEP e 60 minutos no RTUp, p<0,05. A internação hospitalar foi 47 horas para o grupo de HoLEP e 48 horas para RTUp, p<0,05. Na avaliação em 90 dias o fluxo urinário aumentou para 21,5ml/s no grupo HoLEP e para 20ml/s no RTUp e a mediana do escore de sintomas reduziu para 3 em ambos os grupos.
CONCLUSÃO: o HoLEP é técnica tão eficaz quanto RTUp, no tratamento da HPB. A enucleação prostática com Holmium laser (HoLEP) é técnica eficaz no tratamento da HPB e pode ser aplicável, pois produz resultados, em termos de eficácia e aplicabilidade, comparáveis à RTUp.


Palavras-chave: Próstata. Hiperplasia Prostática. Ressecção Transuretral da Próstata. Terapia a Laser.

8 - Efeito da triancinolona na apoptose celular e nas alterações morfológicas em queloides

Effect of triamcinolone in keloids morphological changes and cell apoptosis

João Márcio Prazeres dos Santos; Cláudio de Souza, ACBC-MG; Anílton César de Vasconcelos; Tarcizo Afonso Nunes

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):171-174

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: comparar o efeito da triancinolona injetável em cicatrizes queloidianas quanto ao número de células em apoptose e avaliar o efeito da triancinolona quanto às alterações no comprimento, altura e espessura dessas cicatrizes.
MÉTODOS: estudo clínico longitudinal, prospectivo, controlado, aleatorizado, unicego, com 15 pacientes portadores de queloides de orelha distribuídos em dois grupos: grupo 1, com sete pacientes submetidos apenas às exéreses dos queloides; e grupo 2, com oito pacientes submetidos às exéreses das lesões após três sessões de infiltração de 1ml de hexacetonida de triancinolona (20mg/mL), com intervalos de três semanas entre elas, assim como entre a última sessão e a operação. Os dois grupos foram homogêneos quanto à: idade (p=0,867), sexo (p=0,782) e tempo de evolução da cicatriz queloidiana (p=0,779). As cicatrizes queloidianas dos pacientes do grupo 2 foram medidas quanto ao comprimento, altura e espessura antes da injeção da triancinolona e antes do procedimento cirúrgico. Um observador mascarado realizou detalhamento morfológico e quantificação das células nas peças cirúrgicas, coradas com HE. Foi criado um índice apoptótico.
RESULTADOS: os dois grupos foram homogêneos quanto à: idade (p=0,867), sexo (p=0,782) e tempo de evolução da cicatriz queloidiana (p=0,779). o índice apoptótico no grupo 1 foi 56,82 e no grupo 2, 68,55, sem diferença (p=0,0971). As reduções nas dimensões dos queloides dos grupos 2 foram 10,12% para o comprimento (p=0,6598), 11,94% para a altura (p=0,4981) e 15,62% para a espessura (p=0,4027).
CONCLUSÃO: a infiltração de triancinolona nas cicatrizes queloidianas não aumentou o número de apoptoses e não houve redução das dimensões, comprimento, altura e espessura dos queloides.


Palavras-chave: Apoptose. Queloide. Triancinolona Acetonida. Cicatrização.

9 - Efeito do cilostazol na hiperplasia neointimal em artérias ilíacas de suínos submetidas à angioplastia transluminal

Effect of cilostazol on neointimal hyperplasia in iliac arteries of pigs after transluminal angioplasty

Joel Alex Longhi; Adamastor Humberto Pereira

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):175-180

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar se a administração sistêmica de cilostazol reduz a hiperplasia neointimal nas artérias ilíacas de suínos submetidas à angioplastia com cateter balão.
MÉTODOS: vinte suínos foram submetidos à angioplastia com cateter balão 6x40 mm na artéria ilíaca comum direita, guiada por ultrassonografia com Doppler. Os animais foram randomizados em dois grupos: grupo 1 (n=10), no qual foi administrado cilostazol 50mg em duas doses diárias, e grupo 2 (n=10), considerado controle. Após 30 dias, os animais foram mortos, e as artérias ilíacas preparadas para análise histológica. Os cortes histológicos foram digitalizados e analisados por morfometria digital. A análise estatística foi realizada com o teste t de Student e o de Mann-Whitney.
RESULTADOS: comparando as artérias ilíacas submetidas à angioplastia com as artérias não submetidas à angioplastia, houve hiperplasia neointimal significativa (0,228 versus 0,119 mm2; p=0,0001). Nas artérias submetidas à angioplastia, não houve diferença entre o grupo 1 (cilostazol) e o grupo 2 (controle) na área do lúmen (2,277 versus 2,575 mm2; p=0,08), área da íntima (0,219 versus 0,237 mm2; p=0,64), área da média (2,262 versus 2,393 mm2; p=0,53) e no percentual de obstrução neointimal (8,857 versus 9,257 %; p=0,82).
CONCLUSÃO: O uso de cilostazol 50mg administrado em duas doses diárias durante 30 dias não reduziu a hiperplasia neointimal em artérias ilíacas de suínos submetidas à angioplastia com cateter balão.


Palavras-chave: Neointima. Hiperplasia. Inibidores da Fosfodiesterase. Angioplastia Transluminal. Artéria Ilíaca.

10 - Terapia celular no tratamento da bronquiolite obliterante em modelo murino

Cell therapy in the treatment of bronchiolitis obliterans in a murine model

Julio de Oliveira Espinel; Carolina Uribe; Fabíola Schons Meyer; Rafael Bringheti; Jane Ulbricht Kulczynski; Maurício Guidi Saueressig

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):181-188

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a importância das células-tronco derivadas de tecido adiposo na redução do processo inflamatório no enxerto em modelo murino de transplante traqueal heterotópico alogênico.
MÉTODOS: foi realizado alotransplante traqueal heterotópico em bolsa dorsal subcutânea e injetado 5x105 células-tronco mesenquimais, derivadas de tecido adiposo, sistemicamente. Os animais foram distribuídos em dois grupos, conforme o tempo de sacrifício: T7 e T21. Procedida a análise em HE e morfometria digital.
RESULTADOS: Os T7 tratados com terapia celular apresentaram mediana de área obstruída do enxerto de 0 contra 0,54 dos controles (p=0,635). Os T21 tratados apresentaram mediana de área obstruída da luz do enxerto de 0,25 nos tratados e 0 nos controles (p=0,041).
CONCLUSÃO: a terapia celular injetada sistemicamente em modelo experimental murino de bronquiolite obliterante não reduziu a gravidade do processo inflamatório no aloenxerto de forma estatisticamente significativa em sete dias; de modo contrário, em 21 dias, aumentou o processo inflamatório no aloenxerto.


Palavras-chave: Transplante Heterotópico. Bronquiolite Obliterante. Terapia Baseada em Transplante de Células e Tecidos. Células-Tronco. Transplante de Células-Tronco Mesenquimais.

Nota Técnica

11 - Desvio de fluxo sanguineo endovascular proximal para derivaçao cirúrgica de aneurisma toracoabdominal sem clampeamento total da aorta

Proximal endovascular blood flow shunt for thoracoabdominal aortic aneurism without total aortic clamping

Gaudencio Espinosa, TCBC-RJ; Rivaldo Tavares; Felippe Fonseca; Alessandra Collares; Marina Lopes; Jose Luis Fonseca; Rafael Steffan

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):196-199

Resumo PDF PT PDF EN

Os autores apresentam uma abordagem cirúrgica aos aneurismas do tipo III e IV de Crawford em que não é necessário o pinçamento total da aorta, o que permite a prevenção do dano isquêmico direto de forma mais objetiva, assim como sua exclusão por implante de endoprotese desviando o fluxo para o enxerto sintético.


Palavras-chave: Aneurisma Aórtico. Prótese Vascular. Procedimentos Endovasculares. Isquemia Mesentérica.

Ensino

12 - Modelo porcino no ensino da cricotiroidotomia cirúrgica

A porcine model for teaching surgical cricothyridootomy

Fernando Antonio Campelo Spencer Netto; Patricia Zacharias; Raphael Flavio Fachini Cipriani; Michael de Mello Constantino; Michel Cardoso; Renan Augusto Pereira

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):200-203

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a aceitabilidade de um projeto de ensino utilizando modelo porcino de vias aéreas no ensino da cricotiroidotomia cirúrgica para estudantes de Medicina e médicos residentes em um hospital universitário no sul do Brasil.
MÉTODOS: foi desenvolvido um projeto de ensino usando modelo porcino para treinamento em cricotiroidotomia cirúrgica. Estudantes de Medicina e residentes receberam aula teórica sobre esta técnica cirúrgica e, em seguida, realizaram no modelo o treinamento prático. Após o procedimento, todos os participantes preencheram um formulário acerca da importância do treinamento em manuseio de vias aéreas e do modelo utilizado.
RESULTADOS: houve 63 participantes. A qualidade geral do modelo porcino foi estimada em 8,8, enquanto a correlação anatômica entre o modelo e a anatomia humana recebeu o escore médio de 8,5 entre os treinandos. O modelo foi unanimemente aprovado e considerado útil no ensino do procedimento.
CONCLUSÃO: o treinamento de cricotiroidotomia cirúrgica em modelo porcino apresentou boa aceitação entre os estudantes de Medicina e os residentes desta Instituição.


Palavras-chave: Manuseio das Vias Aéreas. Cartilagem Cricoide/cirurgia. Cartilagem Tireoidea/cirurgia. Ensino/educação.

Bioética

13 - A redação do termo de consentimento livre e esclarecido em linguagem acessível: dificuldades

The writing of informed consent in accessible language: difficulties

Nurimar C. Fernandes

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):197-199

Resumo PDF PT PDF EN

Com o objetivo de avaliar a adequação dos textos do termo de consentimento livre e esclarecido de projetos de pesquisa desenvolvidos no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (Universidade Federal do Rio de Janeiro), foi realizado (2008-2013) um estudo de revisão da terminologia encontrada em 55 projetos. Tais projetos, todos registrados no Comitê de Ética em Pesquisa do hospital, pertenciam a diferentes especialidades médicas. Os participantes tiveram dificuldades em compreender os significados de 76 termos médicos e expressões; apenas 12 deles puderam ser substituídos. Por outro lado, o presente estudo chegou à conclusão de que, na maioria dos casos, a redação com termos científicos é essencial em itens como justificativa/objetivos e procedimentos, constituindo obstáculos intransponíveis para a compreensão dos participantes desta pesquisa e dos pacientes.


Palavras-chave: Consentimento livre e esclarecido. Pesquisa biomédica. Bioética. Redação. Terminologia. Compreensão.

Indexada em:

Copyright 2015 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões